Uso de suplementos nutricionais na endometriose | Blog Nutrify

Uso de suplementos nutricionais na endometriose [2022]

A endometriose é uma doença que apresenta como definição presença de tecido funcional semelhante ao endométrio fora do útero. Estima-se que essa doença ginecológica afeta em torno de 10% das mulheres em fase reprodutiva. Dentre os sintomas sentidos nesta doença está a dor pélvica crônica, infertilidade, fadiga dentre outras que muitas vezes afetam o bem-estar físico, mental, social e sexual da mulher. A patogênese dessa doença ainda é desconhecida, mas alguns fatores como genética, hormonais e ambientais podem contribuir para o surgimento da endometriose. O tratamento da endometriose muitas vezes é direcionado após a avaliação de um especialista, mas geralmente consiste em remoção cirúrgica da lesão, medicação hormonal ou de acordo com a orientação do especialista.

Uso de suplementos nutricionais na endometriose | Blog Nutrify

Pensando neste contexto, a alimentação e introdução de suplementos que proporcionam efeitos anti-inflamatórios podem atuar como adjuvante durante o tratamento ou acompanhamento médico da endometriose. Alguns suplementos como a vitamina D, antioxidantes, ômega 3, dietas pobres em oligossacarídeos fermentáveis, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis (FODMAPs) podem contribuir para minimizar alguns sintomas dessa patologia e que muitas vezes estão associados a processos inflamatórios. Um estudo realizado com mulheres de 19 e 41 anos que apresentavam dores pélvicas e endometriose obtiveram benefícios em relação às dores com a combinação do uso de suplementação de vitamina C e E. Esses benefícios estão associados a redução de marcadores inflamatórios que podem estar relacionados a dores da endometriose. Os estudos têm demonstrado também uma boa relação da suplementação de vitamina D com o potencial em reduzir ou minimizar as citocinas pró-inflamatórias IL-6, IL-2 e TNF-α e aumentar as citocinas anti-inflamatórias, essa hipótese sugere que a vitamina D pode auxiliar em casos de doenças inflamatórias. O ômega 3 também apresenta benefícios em doenças inflamatórias, isso ocorre devido aos seus potenciais efeitos anti-inflamatórios. O ômega 3 tem a capacidade de diminuir a formação de citocinas pró-inflamatórias tornando esses elementos nutricionais importantes nas doenças onde o processo de inflamação está ativado. Como a patogênese da endometriose se assemelha a processos inflamatórios, a utilização desses suplementos que atuam na imunidade e cascata inflamatória poderia ser eficaz na redução dos sintomas favorecendo a uma melhor qualidade de vida durante o acompanhamento e tratamento médico dessa patologia.

Referências Bibliográficas

 Krabbenborg. I et al. Diet quality and perceived effects of dietary changes in Dutch endometriosis patients: an observational study. Reproductive BioMedicine Online. v. 43, N. 5, p. 952-961, 2021.

Powell. M. et al. Suplementação antioxidante pode auxiliar na redução da dor pélvica na endometriose. Avanços em medicina integrativa. v.6, n.4, p.181-182, 2019.

 Akyol. A et al. Efficacies of vitamin D and omega-3 polyunsaturated fatty acids on experimental endometriosis. Taiwanese Journal of Obstetrics & Gynecology. v.55, p. 835-839, 2016.

Texto elaborado por: Roberta Saraiva Giroto Patrício

Nutricionista Mestre em Ciências dos Alimentos pela Universidade de São Paulo.

Consultora Científica na integralmédica para blog Nutrify

Rolar para cima