saiba-o-que-flexitariano-blog-nutrify

Saiba o que é Flexitariano e os seus benefícios

A dieta flexitariana é focada em uma alimentação reduzida em alimentos de origem animal como as carnes vermelhas, peixes, ovos, aves, leites e derivados que são consumidos esporadicamente. Essa estratégia alimentar está relacionada a preocupações com o meio ambiente, animais e saúde. Por ser uma dieta flexível como seu nome propriamente diz, fica mais fácil chegar ao vegetarianismo ou veganismo quando desejado. 

O flexitarianismo é uma boa opção para começar a diminuir o consumo de carne no dia a dia. Continue a leitura do Blog Nutrify para saber tudo sobre a dieta flexitariana, como ela pode ser aplicada no dia a dia e quais cuidados devem ser tomados ao iniciar essa nova forma de alimentação.

O que é Flexitarianismo?

O flexitarianismo une as palavras flex com vegetarianismo. O conceito do flexitarianismo é justamente um vegetarianismo mais flexível, em que ainda há um consumo de carne porém em quantidade reduzidas e moderadas. O flexitarianismo é uma boa opção para quem pretende diminuir o consumo de carne e também para quem pretende adaptar o seu estilo de vida para o vegetarianismo e o veganismo. A ideia central do flexitarianismo é diminuir o consumo de carne, mas não se privar de comer quando sentir vontade.

Benefícios da Dieta Flexitariana

A dieta flexitariana aumenta o consumo de alimentos vegetais, legumes, frutas e verduras. Dessa forma, estimula-se a produção de enzimas no nosso organismo que previnem doenças. O flexitarianismo, desde que equilibrado e bem orientado, fornece diversos benefícios à saúde e ao meio ambiente.

A dieta flexitariana está relacionada a prevenção de algumas doenças e também na melhora de quadros clínicos como por exemplo na doença renal crônica, diabetes, hipertensão, hiperlipidemia, obesidade entre outras. Isso acontece porque o aumento no consumo de legumes, verduras, frutas e grãos possibilita criar uma alimentação mais saudável e rica em vitaminas, fibras e minerais. A ingestão desses alimentos favorecem a redução do risco de doenças cardiovasculares e certos tipos de câncer.

Os vegetais incluídos na alimentação diária através da dieta flexitariana é capaz de trazer diversos benefícios na prevenção de doenças e também na melhora na qualidade de vida das pessoas, podemos compreender o quanto esses compostos nos auxiliam na saúde.

Benefícios da redução do consumo da carne

A redução no consumo de carnes está associada a benefícios da saúde e do meio ambiente. Os pontos que envolvem a redução do consumo de carnes estão ligados a questões de saúde, meio ambiente e bem estar do animal. Há uma projeção de que em 2050 a carne de ruminantes pode ser a principal responsável por cerca de dois terços da emissão de gases.

O consumo de animais também favorece o impacto no uso da terra e da água, o setor pecuário utiliza 35% do total das terras agrícolas mundiais para a alimentação animal e 20% da água. Os impactos da produção da carne no meio ambiente incluem a degradação da terra devido ao sobrepastoreo, perda da biodiversidade causada pelo uso da terra e poluição do ecossistema, poluição da água e da terra, desmatamento, ou seja, muitos fatores influenciam e impactam no meio ambiente.

Como se tornar Flexitariano?

Para se tornar um flexitariano é muito importante procurar orientação nutricional. A estratégia bem elaborada no plano alimentar contribui para uma melhor adesão à dieta e alcance dos objetivos desejados com a mudança de dieta. Para que o seu corpo se adapte à mudança alimentar é preciso começar aos poucos e se adaptando conforme as orientações do profissional consultado.

A sugestão é variar o cardápio minimizando o consumo semanal de carnes. Quando for ingerir algum tipo de carne, o indicado é dar preferências a carnes magras e peixes que são fontes de ômega 3. Outra opção também é a substituição da carne por outras fontes de proteínas como as leguminosas e cogumelos. A inclusão de outros alimentos é fundamental para alcançar o bem estar e saúde.

Devo tomar suplementos em uma dieta Flexitariana?

Para entender se será necessário o uso de suplementação ao aderir a dieta flexitariana é necessário fazer todos os exames e verificar com os médicos corretos as possíveis deficiências. Os suplementos mais indicado na dieta flexitariana são a vitamina B12, zinco e ferro. Porém, como cada organismo funciona de uma maneira e tem uma necessidade é importante combinar todos os passos da adaptação com os médicos.

Referências Bibliográficas

Springmann. M. et al. Health and nutritional aspects of sustainable diet strategies and their association with environmental impacts: a global modelling The Lancet Planetary Health. v.2, n.10, p. 451-461, 2018.

 Joshi. S et al..Plant-Based Diets for Kidney Disease: A Guide for Clinicians. American Journal of Kidney Diseases.  2020

Hu.B. F; Satija. A. Plant-based diets and cardiovascular health. Trends in Cardiovascular Medicine. v.28, n. 7p. 437-441, 2018.

Akram. M et al. Chapter 19 – Health benefits of glucosinolate isolated from cruciferous and other vegetables. Journal & Books. p.361-371, 2020.

Bonnet  et al.Viewpoint: Regulating meat consumption to improve health, the environment and animal welfare. Food Policy. 2020.

Mindfulness: O que é, como praticar e quais os benefícios? | Blog Nutrify

Rolar para cima