Saúde foi um dos pontos mais comentados durante o ano de 2020, assuntos como imunidade e vitaminas se tornaram frequentes entre amigos devido à pandemia da Covid-19.

Com base nisso, descubra novos hábitos saudáveis para começar 2021 com o pé direito, com mais qualidade de vida e longevidade.

 

5 hábitos saudáveis

1 – Boa qualidade de sono

Com a correria do dia a dia raramente o sono recebe um papel de destaque, as poucas horas de descanso muitas vezes são interrompidas ou mal dormidas, sendo extremamente prejudicial à saúde. Trazendo consequências como: enfraquecimento do sistema imunológico, descontrole das emoções, problemas de memória, entre outras. Prezar por um bom descanso durante o período noturno é fundamental, sendo ideal ficar longe de aparelhos digitais algumas horas antes do sono para praticar um melhor desligamento da mente.

2 – Meditação

Seguindo a ideia de “mente saudável, corpo saudável” inúmeros estudos comprovam os benefícios e a eficácia da prática da meditação. Estimulando a mente a prestar atenção no momento presente, se concentrando apenas na respiração e quietude, é uma excelente saída para melhorar a concentração, diminuir a ansiedade, desenvolver a resiliência e a calma em momentos de estresse. Comece praticando o silêncio durante 5 minutos ao dia, aumente gradualmente o tempo sempre mantendo a respiração calma e a mente limpa, em pouco tempo é possível perceber os efeitos em sua rotina.

3 – Hidratação

Parece até banal falar sobre hidratação, mas a maior parte da população não consome a quantidade recomendada de água por dia e esse déficit acaba trazendo diversos problemas ao organismo. Aos que acreditam que o único benefício em se manter hidratado é evitar pedras nos rins, a água está diretamente ligada ao controle da pressão sanguínea, prevenção de cãibras, proteção do coração, melhoria do funcionamento do intestino, transporte de nutrientes, entre outros. Procure deixar sempre uma garrafa de água junto do seu ambiente de trabalho, se o problema for lembrar de se manter hidratado, existem diversos aplicativos de celular que enviam lembretes de tempos em tempos para que você não se esqueça.

4 – Pausas regulares e programadas

É impossível se manter focado em uma única atividade por muito tempo, com o tempo a concentração diminui, e muitas vezes, acaba afetando a qualidade do seu trabalho. Por isso é recomendado realizar pequenas pausas a cada 25 a 30 minutos, durante esses 5 minutos de descanso sua mente terá a oportunidade de “desligar”, ficando mais limpa para quando voltar as atividades normais. Evite também cobranças excessivas e desapegue da ideia de realizar muitas tarefas em pouco tempo, preze pela qualidade do seu trabalho e também a saúde da sua mente.

5 –  Mantenha-se em movimento

Uma das coisas que mais cresceram em 2020 foi o home office, com isso houve um aumento considerável de usuários de notebooks e computadores em tempo integral. Passar o dia inteiro em uma mesma posição pode causar graves malefícios à saúde, como dores na coluna, problemas circulatórios e fadigas musculares. O ideal é durante as pausas de trabalho se levantar, alongue o corpo, se movimente subindo e descendo escadas, essas pequenas ações causam grandes impactos na sua qualidade de vida.

 

Como ter mais disposição?

Não tem nada pior do que uma agenda cheia de tarefas e no meio do dia sua disposição simplesmente sumir, dando espaço para aquela preguiça e sono que fazem com que o dia se arraste lentamente. Pequenas mudanças na rotina fazem o corpo despertar, gerando mais energia para que do começo ao fim você possa manter sua produtividade. Tenha sempre uma alimentação balanceada, evitando alimentos muito pesados e mantenha alto o nível de hidratação e uma boa noite de sono. Não pule refeições e faça com que seu corpo sempre se movimente durante curtos períodos, para dar uma mão a mais na disposição experimente o Juiced Up, uma bebida refrescante e naturalmente energética para ajudar a manter o ritmo ao longo do dia.

Vitamina para energia e disposição

Você sabia que as vitaminas estão intimamente ligadas a disposição e energia do corpo? Algumas delas acabam recebendo ainda mais destaque e merecem uma atenção especial, uma vez que seu déficit tem efeitos negativos ao corpo. A Vitamina B6, por exemplo, tem uma grande ligação com o triptofano, popularmente conhecido por regular o sono e trazer sensação de bem-estar. Já a Vitamina D entra em cena quando o assunto é imunidade. Sendo fundamental também para a saúde dos ossos e crescimento celular. É importante lembrar que o aporte adequado de vitaminas é fundamental para um bom funcionamento do corpo, influenciando diretamente no bem-estar e na disposição ao longo do dia.

Alimentos que dão energia 

Uma alimentação saudável é essencial, mas quando o assunto é disposição alguns alimentos podem ajudar a fornecer aquela energia extra para concluir aquele dia cheio de tarefas com sucesso. O açaí além de ser uma opção refrescante é rico em carboidratos, gorduras insaturadas e vitaminas C, B1 e B2. Banana é uma fruta muito conhecida pela oferta de potássio, seus baixos níveis estão relacionados à fraqueza muscular, fadiga e cãibras. O guaraná é ideal para sucos e vitaminas, sendo fonte de cafeína e um excelente estimulante do sistema nervoso. Para os chocólatras de plantão, o chocolate amargo auxilia na saúde do coração e também possui cafeína deixando o corpo mais disposto. 

Alimentos que roubam energia

Assim como alguns alimentos são conhecidos por fornecer energia outros, por sua vez, tem efeito oposto no organismo. Carboidratos refinados como pães, massas e bolos proporcionam um pico de energia, porém esta é absorvida rapidamente gerando a sensação de cansaço, o ideal é que se consuma carboidratos integrais. Frituras são mais difíceis de serem digeridas, uma vez que o corpo volta toda a energia para esse processo é comum sentir desânimo ou até mesmo fadiga. Bebidas alcoólicas tem alto índice glicêmico, seu consumo em excesso sobrecarrega o fígado e o impede de eliminar as toxinas, a longo prazo, danifica os mecanismos energéticos.

Benefícios da atividade física

Se manter em movimento é necessário, um hábito que faz bem não só para o corpo, mas também para a mente uma vez que atividade física libera endorfina, aumentando a sensação de bem-estar ao longo do dia. Exercícios são a melhor escolha para cuidar do corpo externamente, com benefícios estéticos, e internamente quando o assunto é circulação, saúde cardiovascular, entre outros fatores. Sem contar que a atividade física ajuda a prevenir inúmeras doenças e promove a longevidade.

Qual a importância dos hábitos saudáveis?

Os hábitos saudáveis são importantes para um melhor funcionamento do corpo, visando mais saúde e bem-estar. Indo além da estética, essas pequenas atitudes diárias cuidam também da mente, permitindo um dia a dia mais leve, resiliente e mesmo na correria imposta pela agenda diária uma imunidade constantemente alta para que seja possível aproveitar todos os instantes sem se deparar com uma saúde fragilizada.

Hábitos saudáveis infantis

A obesidade infantil está em alta, com ela problemas cardíacos e diabetes aparecem cada vez mais cedo. Desenvolver hábitos alimentares saudáveis e uma rotina que evite o sedentarismo é essencial para se obter um crescimento adequado. Evitar o sistema de “recompensas” também é algo a se pensar, a criança deve entender o motivo de comer determinado alimento, quando o sistema de recompensa é adotado a tendência é um retrocesso uma vez que a criança não encontre mais a troca após obedecer.

Atividades físicas devem ser sempre estimuladas, jogos e brincadeiras podem se encaixar na rotina da casa e longos períodos no vídeo game ou televisão devem ser cortados. Dessa forma a criança crescerá com boa qualidade de vida, prevenindo doenças futuras e tendo uma base sólida de hábitos para levar ao longo da vida.

Hábitos saudáveis para diabéticos

Diabéticos precisam tomar os devidos cuidados para evitar complicações, mas seus hábitos não diferem muito das outras pessoas. É necessário seguir uma alimentação rica em vitaminas e nutrientes, manter o corpo em movimento com exercícios físicos e não abusar de comidas que oferecem riscos à saúde. 

Como criar hábitos saudáveis?

Estabelecer hábitos saudáveis são mais fáceis do que se pensa, estabeleça uma rotina a ser seguida, nela deve se incluir horário das refeições, quantidade de água diária e também um espaço dedicado para as suas atividades físicas.

Evite furar essa rotina, o corpo e a mente levam algum tempo para se adaptar aos novos costumes, gradualmente os horários e hábitos se tornam naturais e não é mais necessário um planejamento para o mesmo. O mais importante é dar o primeiro passo, observar os pontos que devem ser melhorados e não se manter estagnado.

Suplementos alimentares

Suplementos alimentares são uma ótima escolha para manter a saúde em alta de forma prática. Muitas vezes algumas vitaminas e minerais passam despercebidas e não são consumidas através da alimentação como deveriam. Com o tempo o indivíduo acaba acarretando diversos problemas de saúde que poderiam ser evitados com uma suplementação adequada.

Para veganos e vegetarianos, a opção de proteína de origem vegetal é uma saída simples para suprir o aporte proteico. É importante sempre observar o rótulo e optar por produtos clean label com procedência de qualidade e comprovada.

 

Referências Bibliográficas

VINHOLES, Daniele Botelho. Freqüência de hábitos saudáveis de alimentação medidos a partir dos 10 Passos da Alimentação Saudável do Ministério da Saúde. Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, Brasil, [S. l.], p. 1-4, 29 fev. 2008. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csp/2009.v25n4/791-799/. Acesso em: 22 dez. 2020.

TOLEDO, Mariana Tâmara Teixeira. Adesão a modos saudáveis de vida mediante aconselhamento por profissionais de saúde. Rev Saúde Pública 2013;47(3):540-8, [S. l.], p. 510-548, 18 out. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rsp/v47n3/0034-8910-rsp-47-03-0540.pdf. Acesso em: 22 dez. 2020.

PIASETZKI, Cláudia Thomé da Rosa. EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL E A FORMAÇÃO DE HÁBITOS ALIMENTARES NA INFÂNCIA. Rev Contexto e Educação, [S. l.], p. 01-21, 10 dez. 2018. 

SALAMI, Anieli Della Giustina et al. Estilo de Vida Saudável. XVII Mostra de Iniciação Científica, [S. l.], p. 01-15, 27 out. 2017. Disponível em: http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/mostraucsppga/xviimostrappga/paper/viewFile/5561/1861. Acesso em: 22 dez. 2020.