O guaraná possui o nome científico de Paullinia cupana e é popularmente chamado de guaranazeiro. As suas flores são pequenas, brancas e o fruto tem casca vermelha e quando fica maduro mostra a polpa branca e as sementes o que deixa parecido com o olho. Há relatos de que os índios Maués no Brasil descobriram o fruto e o batizaram de guaraná, sendo os primeiros a provarem. Este fruto apresenta propriedades estimulantes como cafeína e teobromina que é usado para produção de pós, xaropes e refrigerantes. Tem sido estudado e utilizado por ser considerado diurético, melhora o cansaço físico e mental, imunoestimulante, melhora a pressão sanguínea e colabora para a redução da obesidade. Outro benefício está no seu potencial efeito antioxidante por ser rico em catequinas, uma substância que combate os radicais livres prevenindo o envelhecimento.

Qual é a origem do Guaraná?

O guaraná é originário da Amazônia, é encontrado no Brasil, Colômbia, Peru e Venezuela.  Apesar de a região Amazônica ser a maior área de cultivo, o estado que é o principal produtor atualmente é a Bahia, produzindo em média 71%.

Para que serve o Guaraná em Pó?

O pó do guaraná é extraído da semente, o seu aroma é suave e possui um sabor adstringente e levemente amargo. O pó tem sido utilizado devido aos seus benefícios como melhora do desempenho físico, alívio das dores de cabeça, aumento da concentração, melhora os níveis de açúcar no sangue, controla os níveis de colesterol. É utilizado também na indústria de cosméticos.

Quais são os principais nutrientes do Guaraná em Pó?

Os principais nutrientes no guaraná são a guaranine, uma molécula relacionada à cafeína, mas com um potencial maior de 4 a 7 vezes superior, além desse composto também pode se observar no guaraná a  teofilina, flavonoides e antioxidantes. Apresenta sais minerais como fósforo, ferro, magnésio, potássio, cálcio, vitamina B 1 e A, além das fibras que melhoram o funcionamento intestinal. A duração da ação da cafeína do guaraná difere devido às possíveis interações entre a cafeína e taninos presentes.

Quais são os benefícios do Guaraná em Pó?

O consumo do guaraná está associado à melhora da saúde mental por otimizar a aprendizagem, efeitos inibitórios sobre a hepatocarcinogênese, melhora o desempenho físico, alivia as dores entre outros benefícios.

Dorneles et al (2018), observou  que a dosagem de 200mg por 30 dias para pacientes com doença renal crônica em tratamento hemodiálico trouxe benefícios aos participantes da pesquisa, como o aumento do humor, energia, diminuição da fadiga e melhora do apetite. Essa dosagem mostrou efeito benéfico também na manutenção dos valores de hemoglobina e hematócrito. Estudos recentes também mostraram os benefícios na atividade antiinflamatória reduzindo a expressão de NF-Kβ e COX2  que atuam na cascata inflamatória ocasionando danos, além de reduzir a fadiga causada pelo câncer.

Auxilia na perda de peso

Ele auxilia na perda de peso por ser rico em compostos antioxidantes e cafeína, que contribuem para melhorar e acelerar o metabolismo. Mas vale lembrar que para perda de peso é necessária uma dieta equilibrada e práticas de atividades físicas prazerosas, direcionadas por um profissional educador físico, o guaraná será um auxiliador na perda de peso.

Melhora o humor

O guaraná estimula a produção de serotonina e dopamina que está associada a sensação de prazer e bem-estar, contribuindo para a melhora do humor. 

Aumenta o rendimento do treino

A ação do guaraná para praticantes de atividades físicas têm mostrado efeitos positivos por aumentar a sensação de alerta e disposição que é fundamental. Além desses benefícios, o seu consumo está associado ao retardo da fadiga em exercícios de longa duração.

Ajuda a controlar o colesterol e triglicerídeos

Os flavonoides e as saponinas presentes são substâncias com potencial poder antioxidante que auxiliam na redução do colesterol ruim e favorecem o colesterol bom. Esse efeito positivo está associado ao composto bioativo  teobromina.

Auxilia na concentração

O uso do guaraná está associado a foco e concentração devido à presença dos compostos bioativos teobromina e teofilina, com efeito na concentração e raciocínio. Essas substâncias agem nas áreas do cérebro que estão envolvidas com a atenção e foco.

Qual é a quantidade recomendada para consumir o Guaraná em Pó?

O guaraná pode ser diluído em água, suco, shots, iogurtes naturais ou em vitaminas de frutas. Prefira ingeri-lo no café da manhã ou início da tarde. Evite utilizar no final do dia ou à noite devido aos efeitos na insônia e qualidade do sono. Não há ainda um consenso em relação à quantidade, mas uma dosagem considerada segura para adultos é de 0,5 a 2g.

Quais são os efeitos colaterais do Guaraná em Pó?

Devido à presença da cafeína quando não administrado na dose correta pode causar irritabilidade, insônia, tremores, aumento dos batimentos cardíacos e ansiedade. Por esse motivo o seu uso deve ser indicado pelo nutricionista ou médico.

Onde encontrar Guaraná em pó?

O pó de guaraná pode ser obtido em lojas de produtos naturais, farmácias e lojas de suplementos. Deve-se consultar um médico ou nutricionista para iniciar o uso do suplemento.

Receita bebida energética com guaraná

150ml de água

100 ml suco de uva 100%

1 colher de café de guaraná em pó

1 fatia de gengibre

 6 morangos

Bata bem todos os ingredientes no liquidificador e ingira a seguir.

Conclusão

O guaraná apresenta inúmeros benefícios para a saúde como foco, atenção, melhora do rendimento físico, contribui para disposição e bom humor. Para alcançar esses benefícios é necessário receber orientação para que o produto possa atingir os efeitos desejados.

Referências Bibliográficas

Marques. L. L. M et al. Paullinia cupana: a multipurpose plant – a review. Revista Brasileira de Farmacognosia. V. 29, n. 1, p. 77-110, 2019.

Dorneles.I. M. P et al. Guarana (Paullinia cupana) presents a safe and effective anti-fatigue profile in patients with chronic kidney disease: A randomized, double-blind, three-arm, controlled clinical trial. Journal of Functional Foods. v. 51, p. 1-7, 2018.

Firmino . A. L. A; Filho. F. J. N Guarana—Paullinia cupana Kunth var. sorbilis (Mart.) Ducke. Exotic Fruits. P. 225-236, 2018.

Mendes.T. M. N et al. Guaraná (Paullinia cupana) catechins and procyanidins: Gastrointestinal/colonic bioaccessibility, Caco-2 cell permeability and the impact of macronutrients. Journal of Functional Foods. v. 55, p. 352-361, 2019.

Fukumasu. H et al. Chemopreventive effects of Paullinia cupana Mart var. sorbilis, the guaraná, on mouse hepatocarcinogenesis. Cancer Letters. V. 233, n. 1, p. 158-164, 2006.

Del Giglio. A.Del Giglio A. A 6 – Using Paullinia cupana (Guarana) to Treat Fatigue and Other Symptoms of Cancer and Cancer Treatment. Bioactive Nutraceuticals and Dietary Supplements in Neurological and Brain Disease. p. 57-63, 2015.