O mercado das flores comestíveis têm ganhado espaço na utilização na gastronomia e o conhecimento da população aos poucos.

Responsáveis por embelezar os pratos dando sabor, aroma e cor. Elas podem ser utilizadas como enfeites, chás, vinhos, doces, etc.

Além da beleza na sua utilização, possuem compostos que auxiliam na saúde.

As flores comestíveis conferem beleza e sabor

Além do sabor e aroma, também conferem beleza ao prato e aguçam o sentido da visão e olfato. As flores comestíveis como a Alfazema podem ser usadas em chás, saladas e refogados. Amor-perfeito apresenta sabor levemente adocicado e é utilizada em tortas e doces. 

A Capuchinha apresenta um sabor levemente picante e pode ser utilizada em saladas, pratos grelhados, preparações recheadas e muitas outras apresentações, basta utilizar a criatividade.

Benefícios das flores comestíveis

Além de embelezar e tornar esteticamente chamativos os pratos, elas também possuem óleos essenciais e carotenoides, tornando atrativo para as pessoas que buscam uma alimentação equilibrada e saudável. Atenção, antes de inserir as flores em seu prato é importante saber quais são comestíveis. Não é qualquer flor que pode ser introduzida na alimentação. As rosas e flores convencionais não devem ser consumidas antes de conhecer o processo de produção que difere das demais.

As flores comestíveis devem ser livres de insetos, produzidas sem o uso de agrotóxicos. Propriedades presentes que beneficiam nossa  saúde são os  antioxidantes, antocianinas, proteínas, lipídios, amido, vitamina A, B, C e E, e muitos minerais que são importantes para nossa saúde. As antocianinas presentes são: pelargonidina, cianidina e delfinidina.

A grande variedade de cores nas flores refletem nos diversos carotenoides e antocianinas presentes na sua composição. Essas substâncias são importantes para a prevenção de doenças como as cardíacas, câncer, diabetes, doenças degenerativas e outras.

Quais são as flores comestíveis?

Alfazema

A Alfazema é considerada muito versátil, pois pode ser usada para o tratamento de problemas como ansiedade, depressão, má digestão ou até picadas de inseto na pele, devido à presença de propriedades relaxantes, calmantes, anti espasmódicas, analgésicas e anti depressivas. Ela também é conhecida como:  Lavanda ou Lavândula, mas seu nome científico é Lavandula angustifólia.

Amor-perfeito

Considerada uma das mais populares flores comestíveis, originária da Europa e Ásia Ocidental, sendo encontrada no mundo inteiro. É utilizada na alimentação e na medicina, pertencente à família das violáceas, conhecida popularmente como Amor-perfeito, Erva-da-trindade, Jácea, Viola e Violeta-de-três cores. É uma planta herbácea, anual e atinge até 30 cm de altura.

Capuchinha

Tem sua origem na América Tropical, mais especificamente no Peru e México. Introduzida na Europa no século XVII. Sua utilização é versátil podendo ser utilizada tanto na medicina como na alimentação, apresenta os seguintes nomes populares: Capuchinha, Agrião do México, Flor-de-chagas, Cinco Chagas e Chagas, considerada a flor comestível mais conhecida e utilizada.

Violeta

Suas pétalas possuem um sabor adocicado. Podendo ser utilizadas em salada de frutas, pudins e sobremesas em geral, carnes grelhadas e legumes salteados.

Rosa

Elas embelezam os pratos e dão perfume, combina com sobremesas. O seu sabor é muito suave.

Hibisco

O Hibisco é também conhecido pelo seu chá com ação diurética que promove a eliminação de algumas toxinas presente em nosso organismo. Essa flor também age em nosso intestino impedindo a absorção de gorduras. Confere beleza aos pratos e possui ação antioxidante, anti-inflamatória, hepato-protetora e ligeiramente analgésica

Dente-de-leão

Utilizado na fitoterapia para tratar problemas digestivos, é rico em vitamina A, vitamina D, vitamina C, ferro e vitaminas do complexo B. Pode ser utilizado em pratos como saladas e bolos.

Flor de Ipê

Suas pétalas conferem beleza ao prato, possui sabor levemente amargo e uma fragrância adocicada. Podem ser consumidas as pétalas cruas ou cozidas em saladas, refogadas e salteadas com legumes. Use a criatividade quando utilizá-la.

Cravina

Seu sabor lembra a de especiarias e possui um leve azedinho. Podem ser adicionadas a bolos e também na decoração de saladas, risotos e legumes.

Onde comprar flores comestíveis?

As flores comestíveis podem ser compradas em lojas de produtos naturais, mercados, farmácias de manipulação e em alguns mercados ou feiras livres.

Receitas saudáveis com flores comestíveis

Salada com dente de Leão

Ingredientes

 

  •             folhas de dente de leão na quantidade que desejar
  •             1 abacate pequeno maduro
  •             1/2 cenoura crua pequena
  •             1/4 xícara de repolho roxo picado
  •             pequenos floretes de couve-flor
  •             1 colher de sopa de semente de gergelim
  •             1 colher de sopa de linhaça
  •             sal e pimenta a seu gosto
  •             azeite de oliva a gosto ou óleo de coco
  •             caldo (suco, sumo) de limão

Modo de preparo

Lave bem e escorra as folhas de dente de leão, disponha em uma travessa e corte o repolho roxo em fatias e as cenouras em pequenas meia-luas. Coloque sobre as folhas de dente de leão.  Abra o abacate ao meio, com a ponta da faca corte em cubinhos e depois disponha com cuidado os cubinhos sobre os outros legumes. Adicione os pequenos floretes de couve-flor, tempere com uma pitadinha de sal e pimenta a seu gosto, esprema um limão e coloque o azeite de oliva. Por último, espalhe as sementes de gergelim sobre a salada e sirva imediatamente.

Gelatina de chá de hibisco

 Ingredientes:

– 2 copos (400ml) de água

– 2 colheres (sopa) de hibisco seco

– 10g de gelatina em pó incolor

Modo de preparo

Prepare o chá com o Hibisco seco e a água. Misture o chá morno com a gelatina. Despeje em potinhos e leve para a geladeira até endurecer. Sirva em seguida.

Cubos de gelo com flores 

 

Ingredientes:

Água 

Flores comestíveis

Material:

1 forma de cubos de gelo grande

Disponha as flores na forma e adicione a água. Leve para o freezer. Adicione em seus drinks e águas aromatizadas.

 

Referências Bibliográficas

Koike . A. C. R. Compostos bioativos em flores comestíveis processadas por radiação. Issertação doutorado, 2015.

Fernandes. L et al. Uma perspectiva nutricional sobre flores comestíveis. ACTA PORTUGUESA DE NUTRIÇÃO. P. 32-37, 2016.

Disponivel em: http://blog.veganana.com.br/2013/05/salada-de-dente-de-leao.html. Acesso 02/02/2021.

Disponivel em: https://www.altoastral.com.br/receitas-leves-com-hibisco/. Acesso 02/02/2021.