Diettitians, nutritionists e nutritional therapists, você sabe a diferença entre eles?

No Reino Unido, e em diversos outros países, a profissão de nutricionista assume interpretação completamente diferentes do Brasil. Como sempre recebo muitos questionamentos sobre o assunto, achei interessante fazer este post, ajudando a clarear o tema para os próprios profissionais da área, mas, principalmente, para orientar o público que muitas vezes não sabe a qual profissional recorrer.

A regulamentação de determinada profissão pode diferir muito entre os países, aqui trataremos apenas de Brasil e Reino Unido, sobre os quais posso falar com propriedade, por ser nutricionista graduada e registrada no Brasil e dietitian registrada no Reino Unido. Vamos lá?

Como já sabemos, no Brasil e países do Mercosul o título profissional de quem é graduado em Nutrição e Dietética é nutricionista ou bacharel em nutrição. Além disso, para atuar é necessário ser registrado no Conselho Regional de Nutricionistas (CRN) de sua região. A atuação profissional de indivíduos não registrados e considerada exercício ilegal da profissão. O registro, por sua vez, é concedido somente para quem concluiu um curso de graduação em nutrição reconhecido pelo MEC, cuja duração pode ser de 4 ou 5 anos.

ACESSE O SITE DA NUTRIFY
ESCOLHAS ALIMENTARES E COMPORTAMENTO

No Reino Unido, por outro lado, existem os dietitians, nutritionists e os nutritional therapists. Parece confuso? Quando cheguei a Londres eu também achava, e muito! Confesso que era algo que não entrava na minha cabeça por ser um sistema tão diferente do que conhecemos no Brasil. Por aqui, o único título profissional protegido e com regulamentação específica é o de dietitian. Assim como no Brasil apenas profissionais graduados podem se intitular nutricionistas, no UK, só os profissionais graduados e registrados no HCPC podem se intitular dietitians.

Resumindo, o nutricionista no Brasil equivale ao dietitian no Reino Unido, e qualquer pessoa que se intitule dessa forma (no seu país de referência) sem a devida formação ou registro estará atuando em desacordo com a lei.

Aqui, o dietitian exerce as mesmas funções que o nutricionista exerce no Brasil, podendo atuar tanto na promoção da saúde como no tratamento de doenças em clínicas e hospitais da iniciativa privada ou do sistema público de saúde. Também pode trabalhar em serviços de alimentação ou na indústria. Enfim, são muitas as áreas de atuação disponíveis para o dietitian, já que é o profissional de maior capacitação quando o assunto é nutrição humana.

Sobre os nutritionists e nutritional therapists, é importante salientar que qualquer pessoa pode se intitular dessa forma, pois esses títulos não são protegidos por lei. Pessoas interessadas em alimentação saudável, que acreditam entender sobre o assunto, mesmo sem qualquer formação em nutrição, podem atuar. Dessa forma, temos um mercado disputado por pessoas que possuem formação (mas que não validaram seu diploma no Reino Unido), profissionais que cursaram excelentes cursos de nutrição no Reino Unido (porém sem viés na dietética), mas também por “curiosos” no assunto (sem qualquer embasamento científico).

Vale ressaltar que nutritionists e nutritional therapists são qualificados para fornecer informações sobre saúde e alimentação saudável, mas não possuem permissão para trabalhar com indivíduos doentes, hospitalizados ou que apresentem condições especiais de saúde sem a supervisão de um dietitian.

Para mais informações sobre a atuação do dietitian e validação do diploma, consulte o site do HCPC (Health and Care Professions Council).

Seu e-mail não irá aparecer. Campos obrigatórios *

*

Pular para a barra de ferramentas