Como funciona o intestino? | Blog Nutrify

Saiba como funciona o intestino!

O intestino é um órgão que desempenha funções importantes em nosso organismo. Ele apresenta forma de tubo que se estende do final do estômago até o ânus. Possui cerca de 7 a 9 metros de comprimento e é dividido entre intestino delgado e intestino grosso.

Quais são as principais funções do intestino?

  • Digestão de alimentos;
  • Absorção de nutrientes como vitaminas, gorduras, proteínas e minerais;
  • Absorção de água;
  • Manutenção da hidratação do corpo;
  • Eliminação de toxinas indesejadas ao organismo.

Como funciona o intestino?

O intestino é um órgão de funções primordiais e nele ocorre a passagem do alimento, e a absorção e eliminação dos resíduos. Este órgão apresenta movimentos peristálticos que levam o alimento até a sua eliminação no reto. É muito importante a ingestão de alimentos ricos em fibras como os legumes, verduras, cereais integrais, leguminosas e outros. Essa variação de alimentos contém mais nutrientes e fibras que auxiliam na saúde e melhor motilidade intestinal, deixando as fezes mais macias e facilitando a sua eliminação. Além de deixar a consistência do bolo fecal mais adequada, as fibras presentes nos vegetais servem de alimento para as bactérias presentes no intestino que estão associadas a benefícios ao nosso organismo.

Intestino delgado

O intestino delgado é a primeira porção que vem após o estômago, mede cerca de 7 metros, nesta região ocorre a maior parte da absorção dos nutrientes.

Intestino grosso

O intestino grosso apresenta cerca de 2 metros e é nessa região onde ocorre a maior parte da absorção de água. Quando há alguma falha neste processo de absorção de água, como por exemplo, em casos de viroses ou ingestão de alimentos que apresentam-se alterados com presença de microrganismos patogênicos, ocorre uma desregulação no processo de absorção de água e esse mecanismo se perde ocorrendo as diarreias. Nestes casos é importante procurar auxílio de um especialista e ingerir bastante água já que o processo de absorção de água está comprometido.

Como funciona o intestino? | Blog Nutrify

Quais são os sintomas de quem possui intestino preguiçoso?

Prisão de ventre

A prisão de ventre é um sintoma muito comum principalmente entre as mulheres, sendo essa é uma queixa muito recorrente. Ela pode ser devido a fatores genéticos, alimentação, emocional, certas patologias, sedentarismo e outros. É conhecida pela dificuldade em realizar a evacuação. É muito importante procurar auxílio médico para que possa ser investigado a possível causa da prisão de ventre.

Colite

A colite é caracterizada por inflamação intestinal podendo causar sintomas como diarréias e prisão de ventre. As suas causas podem estar relacionadas a intoxicação alimentar, bactérias, estresse e outros. É muito importante também procurar auxílio de um médico para que o tratamento possa ser realizado de acordo com a sua causa e um nutricionista para orientar sobre os melhores alimentos a serem introduzidos nos momentos adequados.

Cólon irritável

O colón irritável é uma síndrome que traz muito desconforto. Fatores emocionais, dietas, medicamentos podem interferir nos quadros e sintomas do cólon irritável. Alguns sintomas são diarréia, distensão abdominal, dores abdominais, cólicas e outros sintomas individuais.

Doença de Crohn

É uma doença que causa inflamação e provoca muitas dores. As causas da doença de Crohn podem estar associadas a fatores genéticos, emocionais, associados ao sistema imune e outros. Os sintomas são presença de sangramentos, dores intestinais, diarréias, dificuldades quando ingerem determinados alimentos. Essa doença apresenta muitas dificuldades de diagnósticos, e não possui cura, por isso o acompanhamento de um especialista e um nutricionista é muito importante para auxiliar em momentos de dificuldades com essa doença.

Diverticulose ou Diverticulite

A diverticulite é uma inflamação na parede do intestino grosso que é devido a inflamação dos divertículos, que são pequenas bolsas formadas na parede do intestino. As suas causas podem ser devido ao acúmulo de pedaços de fezes nos divertículos que permitem que as bactérias se proliferarem provocando infecções. As causas da diverticulite estão relacionadas a dietas pobres em fibras, falta de exercícios físicos, medicamentos, tabagismo entre outros.

O que fazer para ter um intestino saudável?

Para ter um intestino saudável é importante ter uma dieta equilibrada e balanceada, consumir alimentos ricos em fibras, evitar alimentos processados e industrializados, evitar corantes e aromatizantes artificiais, realizar atividade física regular, saber gerenciar as emoções, ter boas relações sociais, ingerir água e outros. Essas ações irão promover uma vida mais satisfatória e consequentemente irá contribuir para um intestino mais saudável.

Hidratação

A hidratação é primordial para a saúde de nosso corpo como um todo, ela auxilia no metabolismo, no funcionamento adequados dos rins, eliminação de substâncias tóxicas do organismo, regulação da pressão arterial, fluxo sanguíneo adequado, bom funcionamento do intestino, absorção de nutrientes, hidratação da pele, temperatura corporal e outros. Ingerir água é fundamental devido a sua importância para o bom funcionamento do corpo como um todo. Não esqueça de ingerir água.

Fibras

As fibras podem ser definidas como partes comestíveis de alimentos como vegetais, frutas, legumes, leguminosas que são resistentes ao processo de digestão, mas que servem de alimento para as bactérias intestinais e promovem benefícios.

Existem dois tipos de fibras, as solúveis e as insolúveis. As fibras solúveis apresentam como característica a capacidade de formar gel quando entram em contato com a água, o que auxilia na saciedade, controle do colesterol, glicemia e hipertensão. Estão presentes em frutas, como maçã, morango, framboesa e outros, leguminosas, legumes e aveia,  As fibras insolúveis são encontradas em grãos integrais, legumes, verduras, cascas de maçã e auxiliam na motilidade intestinal e na formação do bolo fecal promovendo a fluidez e evitando a obstipação.

O consumo regular das fibras insolúveis está associado a melhorias no trânsito intestinal, contribui para controle da obstipação e de doenças relacionadas à constipação, como as hemorroidas. Já as fibras solúveis, devido a sua capacidade de absorver água e formar gel auxilia na melhora dos níveis de colesterol, glicose e contribui para microbiota intestinal. As recomendações de consumo de fibras são em torno de 20 a 35 gramas de fibras para indivíduos adultos.

Como funciona o intestino? | Blog Nutrify

Atividades físicas

A prática de atividade física auxilia no bom funcionamento intestinal contribuindo para um melhor movimento desse órgão tão importante. Além dos benefícios associados ao intestino, aderir a atividade física de forma regular e prazerosa contribui para o gerenciamento do peso, bem-estar mental e outros.

Conclusão

Adotar um estilo de vida saudável como a introdução de alimentos na sua forma mais natural possível, rica em fibras, baixo consumo de industrializados ricos em açúcares, corantes, aromatizantes artificiais é uma prática muito importante para a saúde intestinal. Outro ponto importante é saber gerenciar as emoções e introduzir na rotina diária práticas de atividades físicas que também são fatores fundamentais para a saúde intestinal.

Referências Bibliográficas

Disponível em: https://www.tuasaude.com/funcao-do-intestino/. Acesso em 04/10/2021.

Disponível em: https://www.infoescola.com/sistema-digestivo/intestino-grosso/. Acesso em 04/10/2021.

Disponível em: http://retomaocontrole.com/blog/como-funciona-o-intestino/. Acesso em 04/10/2021.

Disponível em: http:// http://hospitalsaomatheus.com.br/blog/o-que-e-diverticulite-sintomas-tipos-e-como-se-prevenir/. Acesso em 04/10/2021.

Macedo, L.L; Vimercati. W C; Araujo. C.S. Fruto-oligossacarídeos: aspectos nutricionais, tecnológicos e sensoriais. Braz. J. Food Technol. v. 23, p. 1-9, 2020 |

Cheng X, Zheng J, Lin A,Xia H, Zhang Z,  Gao Q, LV W.  et al A review: Roles of carbohydrates in human diseases through regulation of imbalanced intestinal microbiota. Journal of Functional Foods. 2020, 74: 104197.

Texto elaborado por Roberta Saraiva Giroto Patrício.

CRN: 21984

Nutricionista Mestre em Ciências dos Alimentos pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo. No Laboratório de Dieta, Nutrição e Câncer.

Experiência na área de saúde hospitalar e consultório com atendimento personalizado e individualizado.

Consultora cientifica para blog da Nutrify.

Rolar para cima