Colágeno – funções, benefícios e absorção | Blog Nutrify

Colágeno – funções, benefícios e absorção

O que é o colágeno?

O colágeno é considerado uma proteína que é produzida pelo nosso organismo e está presente de forma abundante. Essa proteína contribui com a melhora da elasticidade e resistência da pele, para a saúde das unhas e cabelos e é responsável por constituir as fibras que sustentam os tecidos do corpo como ossos, músculos, tendões e articulações. Os níveis de colágeno no organismo podem ser afetados pelo tempo, como no processo de envelhecimento e pela má alimentação. Essas alterações não são perceptíveis nos primeiros estágios da vida, mas vão ficando mais evidentes na maturidade principalmente a partir dos 35 anos, e a sua deficiência no organismo está relacionada com o aparecimento de rugas e ressecamento da pele e esses sinais podem estar correlacionados com várias circunstâncias.

Colágeno – funções, benefícios e absorção | Blog Nutrify

Classificação dos colágenos

O colágeno possui variações em sua composição, comprimento e estrutura molecular e são classificados de acordo com essas características.

O colágeno tipo I, é o principal componente estrutural da matriz extracelular responsável pela manutenção da estrutura da derme e esse tipo de colágeno está cada vez mais sendo indicado na prevenção do envelhecimento, é o mais comum, estando presente na pele, tendões e ossos.

O colágeno tipo II: é mais abundante nas cartilagens – forma fibrilas, é muito utilizado para minimizar os sintomas da osteoartrite e osteoporose.

Colágeno tipo III: atua nos tecidos fetais, órgãos, glândulas, órgãos linfóides e hematopoiéticos.

Colágeno tipo IV: Membrana basal dos epitélios, vasos e célula muscular lisa – não formam fibrilas, formam rede.

Colágeno tipo VII: Membrana basal de epitélios – formam fibrilas de ancoragem.

Existem outros tipos como os: IX, XII, XIV, etc, sendo que os mais utilizados são os tipos I e II.

Perda natural de colágeno

O envelhecimento cutâneo é um processo natural da vida, caracterizado pelo conjunto de degenerações celulares devido a passagem do tempo, sendo a pele recorrentemente alterada pelos fatores intrínsecos e extrínsecos.

 O estilo de vida de cada indivíduo como os hábitos alimentares, tabagismo, sedentarismo, fatores hormonais, estresse, genética, exposição ultravioleta, entre outros estão relacionados com o retardo ou aceleração do processo de envelhecimento. Com o processo natural do envelhecimento ocorre a diminuição do colágeno e da elastina sendo notada pela atrofia, formação de rugas profundas e ao ressecamento da pele. A partir dos 30 anos pode-se observar a redução da perda de colágeno, tendo a diminuição de 1% da proteína ao ano. Os estudos sobre o envelhecimento cronológico vêm sendo cada vez mais aprofundados com o intuito de retardar seus efeitos, e melhorar a autoestima e qualidade de vida, uma vez que a população em geral tem aumentado a expectativa de vida. Assim, diversos tratamentos têm sido propostos em busca de amenizar os sinais deste processo natural e a indústria trabalha para desenvolver medidas preventivas contra os sinais do envelhecimento, para proporcionar às pessoas maior qualidade de vida.

Funções dos colágenos

O colágeno hidrolisado tem sido muito estudado devido ao seu peso molecular relativamente baixo e a sua boa disponibilidade e facilidade de absorção. Estudos mostraram que ele é absorvido e pode ser identificado por meio de seus peptídeos constituintes, sendo posteriormente depositado na pele e seus efeitos na prevenção do envelhecimento e melhora da qualidade da pele, está cada vez mais comprovado. Outra ação do colágeno hidrolisado é na função terapêutica positiva da osteoartrite e da osteoporose.

 O colágeno tem demonstrado um potencial aumento da densidade mineral óssea, efeito protetor da cartilagem articular e principalmente no alívio sintomático em quadros de dor. Entretanto, mais estudos são necessários para determinar os fatores patogênicos envolvidos na osteoporose e osteoartrite, mas o uso do colágeno tem se demonstrado um bom aliado para as articulações.

Colágeno – funções, benefícios e absorção | Blog Nutrify

O colágeno também tem se mostrado benéfico para os praticantes de esportes, pois as atividades aumentam o desgaste articular como as corridas, maratonas, vôlei, basquete, pular corda, esportes que exigem bastante dos joelhos e a suplementação pode ser um bom aliado nestas modalidades esportivas. O colágeno é caracterizado por ser uma proteína fibrosa encontrada em todo o reino animal, contém cadeias peptídicas dos aminoácidos glicina, prolina, lisina, hidroxilisina, hidroxiprolina e alanina. Essas cadeias são organizadas formando as fibras de colágeno, que proporcionam resistência e elasticidade à estrutura presente. Uma característica importante do colágeno hidrolisado é a sua composição de aminoácidos, fornecendo um alto nível de glicina e prolina, esses dois aminoácidos essenciais estão relacionados a estabilidade e a regeneração das cartilagens que atuam na melhora dos quadros clínicos de pessoas com problemas articulares.

Pesquisas estão sendo realizadas, e cada vez mais mostram os efeitos benéficos da ingestão do colágeno hidrolisado na prevenção do envelhecimento precoce da pele. Provavelmente, os peptídeos de colágeno podem aumentar a ação de fibroblastos e a formação de fibrilas de colágeno de uma maneira específica. Segundo os pesquisadores, os ativos dos peptídeos de colágeno atuam estimulando os fibroblastos e estimulando a síntese de ácido hialurônico que contribui para umidade da pele favorecendo a hidratação e elasticidade.

Suplementação de colágeno

 O colágeno pode ser obtido através de cápsulas ou versões em pó (sachês, latas) e sua indicação está relacionada aos efeitos benéficos na estética, saúde da pele, unhas, prevenção das dores nas articulações e melhorias da recomposição da massa óssea. O colágeno hidrolisado é considerado um ingrediente seguro e que apresenta uma boa biodisponibilidade ao organismo fornecendo os peptídeos reguladores que atuam na melhora de quadros clínicos

Collagen Derm | Blog Nutrify

Melhor horário para o consumo de colágeno

A sugestão para ingestão de colágeno é consumi-lo distante de grandes refeições como o almoço e jantar para que não haja disputa de nutrientes e a ação do colágeno seja mais direcionada ao objetivo desejado. Mas até o momento não há contraindicações de horários para a ingestão do colágeno, apenas uma sugestão de especialistas. O importante é escolher um colágeno de qualidade e de boa procedência.

Referências Bibliográficas:

Porfirio. E; Fanaro. G.B, Suplementação com colágeno como terapia complementar na prevenção e tratamento de osteoporose e osteoartrite: uma revisão sistemática. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol., Rio de Janeiro; p.153-164, 2016.

 POON, F.; KANG, S.; CHIEN, A. L. Mechanisms and treatments of photoaging. Photodermatology, Photoimmunology & Photomedicine, v. 31, n. 2, p. 65-74, 2015.

Santelli. G.M.M, Zague.V, Bases Científicas dos Efeitos da Suplementação Oral com Colágeno Hidrolisado na Pele Revista Brasileira de Nutrição Funcional – v. 15, n.65, p. 19-25, 2016.

Zanardo. V.P.S, Bombana. V.B. Colágeno Hidrolisado no Combate ao Envelhecimento Cutâneo, Revista Saúde em Foco – n. 11, p.1109-1119, 2019.

Cjaka. A et al. Daily oral supplementation with collagen peptides combined with vitamins and other bioactive compounds improves skin elasticity and has a beneficial effect on joint and general wellbeing Nutrition Research. v. 57, 9.97-108, 2018.

Li. Ch et al. Recent progress in preventive effect of collagen peptides on photoaging skin and action mechanism. Food Science and Human Wellness. v.11, n.2, p. 218-229, 2022.

Texto elaborado por: Roberta Saraiva Giroto Patrício

Nutricionista Mestre em Ciências dos Alimentos pela Universidade de São Paulo.

Consultora Cientifica na integralmédica para blog Nutrify

Extração e caracterização de ácidos graxos ômega 3 por cultivo

da microalga Nannochloropsis oculata (Droop) Hibberd

Extraction and characterization of omega 3 fatty acids by cultivation

of microalgae Nannochloropsis oculata (Droop) Hibberd

Extração e caracterização de ácidos graxos ômega 3 por cultivo

da microalga Nannochloropsis oculata (Droop) Hibberd

Extraction and characterization of omega 3 fatty acids by cultivation

of microalgae Nannochloropsis oculata (Droop) Hibberd

Extraction and characterization of omega 3 fatty acids by cultivation

of microalgae Nannochloropsis oculata (Droop) Hibberd

Extraction and characterization of omega 3 fatty acids by cultivation

of microalgae Nannochloropsis oculata (Droop) Hibberd

Rolar para cima