Benefícios da Cúrcuma: ação anti-inflamatória | Blog Nutrify

Benefícios da Cúrcuma: ação anti-inflamatória

A introdução de produtos naturais como a cúrcuma na rotina alimentar é uma alternativa devido aos seus efeitos medicinais observados desde a antiguidade. Os seres humanos vêm utilizando as plantas para fins curativos, preventivos, paliativos e no combate de doenças, sendo as plantas um grande aliado. O seu uso não visa substituir os medicamentos, mas tem um papel importante sendo uma opção de escolha terapêutica.

O que é cúrcuma?

A Cúrcuma Longa é uma planta pertencente à espécie Zingiberaceae. É popularmente conhecida como açafrão, açafrão da terra, gengibre amarela e raiz de sol. É caracterizada por ser uma espécie originária do sudeste asiático, e considerada uma importante especiaria. A descoberta da cúrcuma trouxe importantes formas de utilização na alimentação como, por exemplo, condimento, corante de massas, arroz, sopas e legumes. Além de colorir os alimentos, a cúrcuma possui propriedades que auxiliam na saúde. Essas propriedades presentes na cúrcuma tem sido cada vez mais estudadas para que possam elucidar suas ações no organismo como antioxidantes, antimicrobianas, anti-inflamatória, antifúngica e sua atuação na prevenção do câncer.

Diferenças entre cúrcuma e açafrão

A cúrcuma é muito parecida com o gengibre, possui o seu caule subterrâneo. É uma espécie considerada sagrada na Índia onde o seu consumo pela população é de 1,5g a 2 g por dia, contrastando muito com o consumo baixo ocidental.

O açafrão é proveniente dos estigmas das flores da planta crocus sativus e, é mais utilizado pelas populações próximas ao mediterrâneo em pratos como a paella.

Propriedades da cúrcuma

A Cúrcuma contém um composto bioativo chamado curcumina, que é extraído do rizoma da planta, esse composto apresenta uma grande relevância para a medicina alternativa, atuando como medicamento natural e fitoterápico, suplemento alimentar, dietético, condimento, corante, cosmético e aromatizante.

A parte principal para uso alimentício, cosmético e medicamentoso é o rizoma desse curcuminóide. Pode ser consumida seca (triturada ou pó), fresca (ralada ou em pedaços) e chás. Passa por um processo de desidratação e depois é moída dando origem a um pó amarelo brilhante.

Benefícios da cúrcuma

A cúrcuma tem sido cada vez mais estudada devido aos benefícios observados na saúde. Segundo Béliveau e Gingras, há um consenso na comunidade científica que sugere que a cúrcuma seja responsável pelo distanciamento nas taxas de certos cânceres na Índia. Os efeitos anticâncer da cúrcuma estão bem estabelecidos em análises realizadas em laboratórios onde demonstram que a administração da cúrcuma evita o aparecimento de tumores induzidos por diversos cancerígenos.

Os estudos demonstram que a cúrcuma atuaria na prevenção de câncer como o de estômago, intestino, cólon, pele e fígado, isso ocorre tanto nas fases iniciais do tumor, como nas de progressão. Esses efeitos parecem bloquear certos processos necessários à sobrevida das células cancerosas.

Um exemplo citado pelos autores é a de um modelo de rato transgênico que desenvolve espontaneamente pólipos no trato gastrointestinal, um fator de risco considerado importante para o desenvolvimento do câncer de cólon. A administração da curcumina revelou ser capaz de reduzir em 40% o desenvolvimento desses pólipos. O bloqueio da ação da curcumina está associado ao bloqueio da perigosa etapa de progressão dos tumores, como a redução nos níveis da enzima chamada ciclogenase-2 (CO-2), responsável pela produção de moléculas que provocam a inflamação, sendo assim a cúrcuma um importante aliado na prevenção do câncer.

Durante a atividade física principalmente de esportistas profissionais, ocorrem danos no músculo, como inflamação, estresse oxidativo e esses eventos são acompanhados por perda de força, dor, fraqueza e devido à esses efeitos os atletas têm buscado estratégias para aliviar o desconforto muscular e, consequentemente, a qualidade no desempenho da atividade.

A suplementação da cúrcuma está relacionada com a melhora no desempenho dos atletas, por apresentar uma redução na sensação de dor muscular, prevenção de lesões inflamatórias devido à promoção anti-inflamatória da cúrcuma. Conforme as evidências atuais, a suplementação com fitoquímicos antioxidantes dietéticos parece ter o potencial de atenuar os sintomas associados ao dano muscular induzido por exercício. Segundo Forward et al, a cúrcuma exibe atividade anti-inflamatória potente devido à sua capacidade em inibir vias de sinalização no organismo que atuaria nos eventos das cascatas de fatores potenciais no desenvolvimento de doenças.

Dessa forma podemos concluir que os estudos conseguem elucidar a importância no consumo da cúrcuma na prevenção de diferentes patologias.

Ação anti-inflamatória da cúrcuma

A cúrcuma exibe atividade anti-inflamatória potente devido a sua capacidade em inibir vias de sinalização no organismo que atuaria nos eventos das cascatas de fatores potenciais no desenvolvimento de doenças. Os estudos pré-clínicos mostram que a administração de curcumina pode prevenir o surgimento de doenças, devido a sua ação anti-inflamatória.

No diabetes, por exemplo, a cúrcuma melhora a resistência à insulina causada devido ao processo inflamatório, auxiliando na redução dos níveis de glicose no sangue em indivíduos obesos e com diabetes tipo 2.  Através desses mecanismos a cúrcuma parece melhorar as doenças associadas ao diabetes, como neuropatia, retinopatia, nefropatia, disfunção endotelial e complicação da ferida.

Como usar a cúrcuma no dia a dia?

O uso da cúrcuma no dia a dia é muito fácil. Pode ser utilizada para temperar carnes como a de frango e peixes, dando um toque especial ao sabor e cor. Adicionar em legumes refogados, molhos e sopas também são ótimas opções para o uso da cúrcuma, acrescentar pimenta preta potencializa a ação da cúrcuma. Pode ser ingerido também na forma de shot ou até mesmo em cápsula.

Chá de cúrcuma

O chá de cúrcuma é uma ótima opção e é uma aliada na imunidade durante esse período de inverno.

Como fazer chá de cúrcuma

Para fazer o chá de cúrcuma é muito simples:

500 ml de água

2 cravos da índia

2 canelas em pau

1 colher de café de cúrcuma

Deixe ferver a água, adicione os ingredientes e tampe, espere por 10 minutos e beba a seguir.

Caso não queira preparar o chá, a Nutrify possui o Juiced Up, uma bebida natural em pó que contém uma combinação perfeita de matcha orgânico, café verde, cúrcuma, gengibre e pimenta vermelha. Aqueça água e adicione o pó, pode ser utilizado de manhã, tarde ou noite, conforme a preferência individual.

Curcumina, o que é?

A curcumina é o composto bioativo presente na cúrcuma que atua na inflamação reduzindo o risco de doenças por atuar como um cofator inibindo a cascata inflamatória no organismo.

Referências Bibliográficas

Disponível em: https://liberal.com.br/mais/gastronomia/curcuma-e-acafrao-voce-sabe-quais-as-diferencas-1132710/ Acesso em 26/05/2021.

Filho. A. B. C et al., Cúrcuma: Planta Medicinal, Condimentar e de Outros Usos Potenciais. Ciência Rural, Santa Maria, v. 30, n. 1, p.171-175, 2000

Moretes. D. N, THE MEDICINAL BENEFITS OF Curcuma longa L. (CROCUS OF EARTH). Rev Cient da Fac Educ e Meio Ambiente: v. 10, n. 1, p. 106-114, 2019.

Momeni. H.R et al., Effect of curcumin on kidney histopathological changes, lipidperoxidation and total antioxidant capacity of serum in sodiumarsenite-treated mice.  v.69, n. 269, p. 93-97,  2017.

Béliveau. R, Gingras. D,  Os alimentos contra o câncer: a prevenção e o tratamento do câncer pela alimentação. Editora Vozes. 2007.

Panza. V. S. P et al,. Benefits of dietary phytochemical supplementation on eccentricexercise-induced muscle damage: Is including antioxidantsenough? Nutrition v.31, p.1073–1082, 2015

Forward. N. A et al., Curcumin blocks interleukin (IL)-2 signaling in T-lymphocytes by inhibitingIL-2 synthesis, CD25 expression, and IL-2 receptor signaling. Biochemical and Biophysical Research Communications v.407, p.  801–806, 2011.

Rolar para cima