O que são aminoácidos?

Aminoácidos podem ser classificados em essenciais ou não, e são unidades fundamentais para a formação das proteínas. Os essenciais são moléculas que nosso organismo não consegue produzir, ou seja, não são sintetizadas endogenamente. São obtidos através da alimentação ou suplementação e desempenham papel fundamental em nosso metabolismo. Os não essenciais o nosso organismo é capaz de sintetizar.

Há 20 tipos de aminoácidos presentes nas moléculas das proteínas existentes na natureza, os quais são: alanina, arginina, aspartato, asparagina, cisteína, fenilalanina, glicina, glutamato, glutamina, histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, prolina, serina, tirosina, treonina, triptofano e valina. A ligação através da combinação deles é que determina a função das proteínas no organismo.

 Os aminoácidos são fundamentais para a construção de proteínas que desempenham papel importante como enzimas, anticorpos, transporte de substâncias, construção de tecidos, entre outras funções. Cada aminoácido representa funções específicas para que tenhamos um bom funcionamento de nosso organismo.

O que são aminoácidos essenciais?

São substâncias que desempenham funções específicas no nosso organismo e são fundamentais para manter a homeostase. Eles atuam como reguladores de processos metabólicos e não são sintetizados endogenamente, portanto, precisamos adquiri-los através da ingestão alimentar ou suplementos. Seus benefícios estão associados a recuperação de massa muscular, força, melhora da sarcopenia, AVC e até no diabetes.

Quais os aminoácidos essenciais?

Os aminoácidos essenciais são triptofano, valina, fenilalanina, lisina, isoleucina, treonina metionina e leucina.

Como consumir aminoácidos?

Os aminoácidos podem ser obtidos através da ingestão de alimentos ou suplementos e desempenham funções importantes no transporte e armazenamento de nutrientes. Grande parte dos nossos músculos e tecidos são compostos por aminoácidos e eles estão associados a efeitos menores na liberação plasmática de marcadores de danos musculares durante o período de recuperação, impactando na minimização da dor muscular.

Qual a função dos aminoácidos essenciais?

Os aminoácidos são importantes para manter a homeostase do organismo, atuando como reguladores de processos metabólicos, construção de tecidos, transporte de nutrientes, reguladoras do sono e humor, entre outras funções importantes. Eles também estão sendo utilizados e estudados como coadjuvantes no tratamento do diabetes tipo 2 para auxiliar no gerenciamento da hiperglicemia. Outro efeito benefícios associados ao seu uso é no tratamento de força muscular e física em pacientes pós AVC com sarcopenia. Yoshimura et al (2019) suplementou durante oito semanas pacientes pós AVC e com sarcopenia. Esse grupo recebeu aminoácidos enriquecidos com leucina e realizaram treinamento de resistência de baixa intensidade, além de um programa de reabilitação pós AVC. Os resultados do estudo mostraram aumento da massa muscular, força e função física nestes pacientes, contribuindo para melhora na qualidade de vida. 

Alimentos ricos em aminoácidos

São encontrados em produtos de origem animal como as carnes vermelhas, frango, ovos, leites e derivados. Em leguminosas como lentilha, ervilha, grão de bico e outros. Oleaginosas como castanha do Pará, amêndoa, nozes, avelãs, entre outras. Sementes como a de abóbora e girassol. Consumir alimentos variados e diversificados é fundamental.

Aminoácidos essenciais para emagrecer

Os aminoácidos essenciais contribuem para a construção de massa magra e aliados à prática de atividade física auxiliam no emagrecimento. As fontes alimentares como as carnes vermelhas e brancas magras, leguminosas, oleaginosas quando bem adequadas em quantidades conferem saciedade. Os suplementos também desempenham papel importante. Vale lembrar que o consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada, não se deve consumir proteínas ou suplementos em excesso. Procure um profissional capacitado para melhor direcionar a dieta para obter os objetivos desejados.

Aminoácidos essenciais para ganhar massa

Para obter um bom ganho é necessário a ingestão de alimentos fontes dessas proteínas. Elas atuam na recuperação e construção da massa magra.

Os aminoácidos contribuem para a síntese de proteínas minimizando as lesões dos músculos. A leucina também tem papel importante auxiliando na prevenção do catabolismo muscular.

Aminoácidos semi essenciais

Os semi essenciais são sintetizados a partir de outros aminoácidos e tende a reduzir algumas condições, como a de patologias, e tornam-se fundamentais para a recuperação do estado nutricional.

Fontes de proteína vegetal

As melhores fontes de proteínas vegetais são as leguminosas, oleaginosas, sementes e alguns cereais como o arroz e quinua. Os brasileiros são beneficiados com o arroz e feijão, essa mistura fornece os aminoácidos essenciais. O feijão, por exemplo, contém todos os aminoácidos essenciais, sendo pobre apenas em metionina e cisteína. O arroz que é rico em metionina e cisteína, mas é pobre em lisina faz com que essa combinação, quando bem adequada e individualizada, auxilia na obtenção dos aminoácidos essenciais necessários à construção de massa muscular. 

Comprar suplementos de aminoácidos

Os suplementos e aminoácidos podem ser obtidos em farmácias e lojas de suplemento alimentar. Uma dica na hora de escolher seu suplemento é verificar se são livres de corantes e adoçantes artificiais e aromatizantes.

Considerações

Os aminoácidos essenciais contribuem para o bom funcionamento do organismo. Em situações de patologias como no caso de AVC, sarcopenia o uso desses suplementos aliado a uma dieta equilibrada tem demonstrado efeitos benéficos na melhora da força e massa muscular.

 

Referências Bibliográficas

Vieillevoye. S et al. Effects of essential amino acids supplementation on muscle damage following a heavy-load eccentric training session. Science & Sports. v. 35, n. 5, p. 125-134, 2020.

Bidi. S et al. Comparison of urinary amino acid excretory pattern in patients with type 2 diabetes mellitus and non-diabetic healthy controls at a tertiary referral hospital in India. Diabetes & Metabolic Syndrome: Clinical Research & Reviews. v.14, n. 4, p. 357-362, 2020.

Menge. B. A et al. Selective amino acid deficiency in patients with impaired glucose tolerance and type 2 diabetes. Regulatory Peptides. v. 160, n. 3, p. 75-80, 2010.

Yoshimura.Y et al. Effects of a leucine-enriched amino acid supplement on muscle mass, muscle strength, and physical function in post-stroke patients with sarcopenia: A randomized controlled trial. Nutrition. V. 58, p. 1-6, 2019.