O consumo de ovos principalmente o de galinha apresenta uma aceitabilidade muito grande por parte da população, devido ao seu custo e também pela versatilidade de múltiplas possibilidades de preparações. Até recentemente havia muitas controvérsias em relação ao seu consumo devido aos níveis de colesterol e de implicações nas doenças cardíacas. No entanto, alguns estudos elucidaram que o consumo de até um ovo ao dia não apresenta implicações de forma negativa à saúde cardiovascular.

Proteínas no ovo

Um dos benefícios associados ao consumo de ovos se dá devido à presença de sua proteína de fácil digestão e por proporcionar sensação de saciedade com esse tipo de proteína.

Quais vitaminas contém o ovo?

O ovo apresenta inúmeras vitaminas como a B12, colina, vitamina D, selênio, vitamina A e complexo B. Um ovo de tamanho médio contém em média 78 kcal, 6,5 g de proteína e 5,8 g de gordura sendo 2,3 g monoinsaturada. Os lipídios são encontrados na gema, e a maioria das proteínas são encontradas na gema e na clara do ovo, sendo apenas uma pequena proporção na casca e na membrana da casca.

Quais são os benefícios do ovo?

  1. Boa fonte de proteína
  2. Contribui para a saúde dos olhos por conter antioxidantes como a zeaxantina e luteína.
  3. Protege contra o envelhecimento precoce devido à presença de vitamina A, carotenóides, zinco, ácido fólico que auxilia no combate aos radicais livres.
  4. Auxilia na manutenção e perda de peso devido à sensação de saciedade.
  5. Fortalecimento de unhas e cabelos devido à presença de vitaminas do complexo B e biotina.

Qual é a forma mais saudável de comer ovos?

As formas mais saudáveis de se consumir os ovos são cozidos ou ponches. Pode ser consumido também na forma de omelete e ovos mexidos.

Evite as formas de preparações em imersão de gorduras como as frituras.

Qual cuidado tomar ao consumir ovos?

  • Ao adquirir os ovos, observe se a embalagem contém as informações como: data de validade, selo de inspeção oficial e dados do produtor, como nome e CNPJ.
  • Não compre ovos com a casca suja, quebrada ou trincada.
  • Guarde-os, em geladeira ou em local limpo, seco, fresco e arejado.
  • Para o armazenamento, retire da embalagem original e guarde em recipiente limpo.
  • Os ovos devem ser armazenados nas prateleiras no interior da geladeira, e não na porta.
  • Lave os ovos somente no momento de utilizá-los.
  • Para o consumo, os ovos devem ser bem cozidos.
  • O ovo é um alimento perecível e, após o preparo, deve ser conservado em embalagem fechada e sob refrigeração.

Perguntas Frequentes sobre o consumo de ovos

Como saber se o ovo está bom?

Existem alguns truques para saber se os ovos estão bons, um deles é colocar o ovo em um recipiente contendo água, se o ovo flutuar ele não está bom. Outro truque é sacudir, se ele se mover de um lado para o outro também não está bom.

O mais recomendado é observar a validade e acondicioná-los de forma adequada para ter maior durabilidade. Faça compras semanais para garantir produtos mais frescos na geladeira. Muita atenção na hora da compra, selecione conforme as dicas citadas.

Faz mal comer ovos todos os dias?

Não faz mal, consumir um ovo ao dia.  Apesar de ter sido reconhecido como vilão por muito tempo, estudos recentes não têm encontrado relação negativa no consumo de um ovo ao dia. De preferência às preparações na forma de ovos, ponches e cozidos, evite as frituras e tenha uma vida saudável realizando atividade física moderada de acordo com orientação médica e alimentação equilibrada.

Pode consumir quantos ovos por dia?

O consumo de um ovo ao dia, aliado a uma dieta saudável e atividade física regular não apresenta malefícios à saúde. Prefira os ovos cozidos e ponches.

Ovo emagrece?

O consumo de ovos tem sido associado a benefícios no emagrecimento devido à presença de sensação de saciedade evitando os beliscos constantes e também por ser de baixa caloria quando a sua preparação está na forma de ponche ou cozido.

Ovo faz bem ou mal ao colesterol?]

Apesar de ter sido considerado um risco para o aumento do colesterol, estudos recentes mostram que o consumo de até 7 ovos na semana não apresenta implicações nos níveis de colesterol.  Alguns pesquisadores conseguiram observar que o consumo de ovos inteiros associados a restrição moderada de carboidratos aumentou o HDL em pessoas com sobrepeso sugerindo que seu consumo pode promover efeitos benéficos para a saúde. Outro estudo demonstrou que a ingestão diária de 2 ovos por dia no café da manhã por 12 semanas não afetou as concentrações de colesterol e LDL em indivíduos saudáveis durante um programa de treinamento de resistência.

Quem tem gastrite pode comer ovo?

Essa é uma consideração individual, quando há gastrite não se recomenda a ingestão de alimentos fritos e gordurosos e por esse motivo os ovos devem ser consumidos cozidos. A tolerância é muito individual, em geral, os ovos cozidos não apresentam contraindicações de seu consumo na gastrite. Se sente dor ou desconforto ao consumir qualquer alimento procure um médico e relate os sintomas para que possa tratá-lo.

Receita com ovos

Ovo ponche

Quebre um ovo em um recipiente

Leve um litro de água para ferver com 1 colher de chá de vinagre

Quando começar a fazer pequenas bolhas na água, adicione o ovo.

Espere até que a gema cozinhe por completo.

Sirva com uma pitada de sal e pimenta do reino.

Ovo Cozido

Leve uma panela no fogo com um litro de água e uma colher de sobremesa de vinagre.

Quando ferver, coloque os ovos com auxílio de uma escumadeira.

Conte 12 minutos para que a gema fique bem cozida.

Retire os ovos com auxílio de uma escumadeira.

Deixe esfriar.

Descasque os ovos.

Lave em água corrente para tirar os pedacinhos de casca que ficou.

Corte ao meio e adicione uma pitada de sal, pimenta do reino e orégano.

Conclusão

Apesar de não haver uma recomendação em específico do número de ovos a serem consumidos ao dia, o consumo de uma unidade ao dia para pessoas saudáveis parece não ter implicações nos níveis de colesterol quando associado a uma dieta saudável rica em frutas, verduras, legumes, cereais integrais, grãos e estilo de vida ativo. O modo de preparo também representa implicações importantes para a saúde.

 

Referências Bibliográficas

Zachary. S, Elizabeth F. M.S, Mark. K. Consumo de ovos e saúde do coração: uma revisão. Nutrição. v. 37, p. 79-85, 2017.

 Disponível em: https://www.ovosbrasil.com.br/seguranca-alimentar/. Acesso em 22/03/2021.