Açúcar, quais seus efeitos no organismo? | Blog Nutrify

Açúcar, quais seus efeitos no organismo?

O aumento do consumo do açúcar tem sido observado atualmente. Está presente em alimentos como refrigerantes, sucos, chás, bolachas, biscoitos doces, geléias e outros. Esses alimentos têm sido muito aceitos pelo paladar da população, mas quando consumido de forma excessiva pode favorecer o desenvolvimento de doenças.

Quais são os efeitos do açúcar no organismo?

No organismo, os efeitos do consumo excessivo do açúcar causam uma série de consequências, como o risco para o diabetes, aumento do colesterol, presença de gordura no fígado, risco para o câncer, prisão de ventre dentre outras. Além desses prejuízos para o organismo, o açúcar não fornece vitaminas e minerais sendo considerado um alimento de calorias vazias.

Qual é a quantidade recomendada do uso do açúcar?

A recomendação seria não consumir esse tipo de alimento, já que possui calorias vazias e não fornece nutrientes para o corpo. Mas a sugestão é que, quando for fazer o seu consumo, que seja o equivalente a uma colher de sopa cheia ou 25 g. Lembre-se o corpo não precisa dele para realizar suas atividades. A sugestão é substituir o açúcar refinado, ou seja, o branco pelo mascavo, de coco ou mel, eles contêm mais vitaminas e prejudicam menos a saúde. Mesmo sendo mais saudáveis, o açúcar mascavo, de coco e o mel devem ser consumidos com moderação.

Por que o açúcar vicia?

Quando há um consumo de açúcar de forma excessiva, ocorre o estímulo da produção de um hormônio conhecido como dopamina, este é responsável pela sensação de prazer e bem-estar deixando o organismo mais propenso a querer esse tipo de alimento. Uma dica é experimentar sucos, cafés e chás na sua forma natural sem adicionar açúcar, aos poucos o paladar vai se adaptando. Outra dica é colocar uma pitada de canela no café do dia a dia, que além de dar aroma confere um leve sabor adocicado, contribuindo para a saúde e adaptação do paladar. Para o preparo de bolos, doces, tortas, iogurtes naturais e outros sugere-se utilizar os adoçantes naturais para substituir o açúcar como a estévia, xilitol e taumatina.

Como adaptar o paladar para a substituição do açúcar?

A adaptação do paladar deve ser feita aos poucos e esse tempo pode levar até três semanas para que as papilas se adaptem ao novo sabor.

Açúcar, quais seus efeitos no organismo? | Blog Nutrify

Quais são os benefícios na diminuição do açúcar?

Emagrecimento

Quando reduz ou exclui o consumo de açúcar, muitas pessoas tendem a perder peso porque reduz as calorias de sua dieta, e a longo prazo relatam melhor sensação de humor e até mesmo disposição para a realização de atividades.

Maior disposição

Durante a ingestão de açúcar os níveis de glicose tendem a subir porque este alimento é absorvido de forma muito rápida gerando os picos de glicose no sangue. O excesso de açúcar no organismo termina sendo estocado como gordura no organismo gerando uma série de consequências como as dislipidemias, obesidade, diabetes doenças cardíacas entre outras. Quando a ingestão de açúcar é reduzida ou excluída ocorre o inverso. Uma dieta equilibrada, variada e incorporada práticas de atividades físicas diárias e prazerosas promovem bem-estar aumentado a disposição e sensação de prazer.

Fortalecimento do sistema imunológico

Vimos que consumir açúcar em excesso contribui para doenças de ordem inflamatória como diabetes, obesidade, cardíacas e outras. Reduzir a ingestão de açúcar e consumir alimentos contendo fibras solúveis e insolúveis, cereais integrais, oleaginosas, leguminosas e introduzir alimentos que potencializam o sistema imunológico é fundamental para um sistema imune eficiente.

Diminui riscos de diabetes

Diabetes é considerada uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue fazer uso da insulina de forma adequada, podendo haver problemas na secreção da insulina ou até mesmo na ação desse hormônio. A função da insulina é promover a entrada da glicose vinda da alimentação na célula. Após a entrada de glicose na célula, ela é utilizada para gerar energia. Quando esse mecanismo não ocorre de forma adequada acarreta o aumento de glicose no sangue, o que pode desencadear alguns problemas como a hiperglicemia. O açúcar quando consumido em excesso é armazenado como gordura no organismo, o que contribui para a obesidade e o desenvolvimento do diabetes.  Os alimentos considerados ideais para os diabéticos são aqueles recomendados para a população em geral. Estando em sua forma integral, os alimentos como frutas, verduras, vegetais, legumes são recomendados e calculados de acordo com as necessidades individuais após o cálculo realizado por uma nutricionista.

Os alimentos permitidos são carnes magras, vegetais folhosos, alimentos ricos em fibras, grãos integrais como arroz, macarrão, aveia, entre outros. Leguminosas como lentilha, ervilha, grão de bico e outros feijões são indicados. Mesmo sendo permitido esses alimentos, existe uma quantidade estabelecida para serem consumidos, ou seja, porções diárias. Bons alimentos devem ser consumidos para fornecer os nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo, mas lembre-se que há quantidades recomendadas, essas quantidades são tanto para os diabéticos quanto para os não diabéticos. Saber selecionar os alimentos que não tem impacto nos níveis de glicose de forma rápida é fundamental para a manutenção da saúde. Os alimentos que devem ser evitados são os produtos industrializados, processados como salgadinhos, enlatados e açucarados (bolacha recheada, balas, chicletes etc.).  Esses alimentos não são indicados por contribuir com a obesidade e por promover picos altos de glicose no sangue.

Auxilia no sono

A glicose gera energia de forma rápida ao organismo e nosso estilo de vida atual como trabalhos em escritórios não nos permitem gastar de forma adequada a energia gerada pelo consumo de açúcar nos deixando mais ligados. Por esse motivo consumir pouco açúcar é fundamental para uma boa noite de sono.

Evitar acnes

O consumo do açúcar e de alimentos ricos em açúcar como bolos, tortas, bolachas e outros promovem alterações de hormônios no organismo contribuindo para a inflamação, o que prejudica as acnes em muitas pessoas.

Conclusão

Evitar o consumo de adição de açúcar e alimentos preparados com açúcar contribui para uma qualidade de vida mais saudável e previne uma série de doenças que podem surgir se seu consumo for constante. Prefira alimentos em sua forma mais natural, aproveite os açúcares das frutas, elas contêm fibras, vitaminas, minerais que contribuem para a saúde. Adapte o paladar aos poucos, dessa forma terá uma adesão melhor aos alimentos com sabor menos doces.

Referências Bibliográficas

Disponível em: https://www.tuasaude.com/acucar-faz-mal/. Acesso em 14/10/2021.

Barnes. Diabetes Canada Position Statement on Low-Carbohydrate Diets for Adults With Diabetes: A Rapid Review. Can J Diabetes. v. 44, p. 295-299, 2020.

Texto elaborado por Roberta Saraiva Giroto Patrício.

CRN: 21984

Nutricionista Mestre em Ciências dos Alimentos pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo. No Laboratório de Dieta, Nutrição e Câncer.

Tema do Mestrado: Desenvolvimento de Material Educativo Digital para Divulgação Científica e Tecnológica da Nutrigenômica.

Experiência na área de saúde hospitalar e consultório com atendimento personalizado e individualizado.

Atualmente consultora cientifica para blog da Nutrify.

Rolar para cima